Jogos

Jogos tradicionais para meninos e meninas


tem jogos tradicionais para meninos e meninas de sempre, jogos clássicos com os quais os mais pequenos se divertem de todas as gerações e de diferentes partes do mundo. São atividades que, em alguns casos, já eram praticadas por crianças na Grécia antiga ou no Egito dos faraós.

Pode mudar o nome do jogo dependendo de onde no mundo a atividade ocorre, e pode até ter algumas variações ou regras diferentes, mas são os mesmos jogos na Europa, África ou América. A sobrevivência desses jogos depende de as novas gerações os conhecerem. Quais são os favoritos dos seus filhos?

São jogos clássicos porque são simples, simples de jogar, não requerem um grande dispêndio de dinheiro e também estimular o raciocínio das crianças, lógica, equilíbrio, desenvolvimento motor ou capacidade de fazer amigos.

Você quer saber o que são os jogos clássicos que mais divertem as crianças? Alguns deles são perfeitos para se divertir em casa, tanto sozinho quanto com amigos ou irmãos. Outros desses jogos devem ser jogados na rua, no parque ou no jardim. Vamos vê-los ... e nos divertir com eles!

Para que os jogos infantis sejam realmente divertidos, eles precisam ser adaptados à idade, às habilidades e às habilidades das crianças. Por isso, aqui estão algumas idéias para seus filhos se divertirem com jogos distribuídos de acordo com a idade.

- Jogos para bebês de 0 a 2 anos
Neste período, o jogo é o principal motor para estimular as crianças e para que alcancem os diferentes marcos, aprendizados e habilidades que devem ser consolidados nesta idade. Neste momento, as crianças adoram brinquedos que não o sejam (sugerimos que faça um cesto do tesouro para o seu bebé com alguns objectos seguros do quotidiano que temos pela casa) e jogos sem brinquedos (que normalmente envolvem actividades e jogos com os pais).

Frascos sensoriais caseiros, o jogo do cucu-tras, jogar bolinhas macias em nós, rasgar papéis, brincar com bolhas, instrumentos caseiros que fazem barulho ... Todos esses jogos fascinam as crianças mais novas.

- Ideias de jogos para idades de 3 a 5
Agora que as crianças têm total liberdade de movimento, elas estão prontas para descobrir (e conquistar) o mundo ao seu redor. Por isso, grande parte dos jogos que os fascinam estão orientados para este fim, mas também para continuar a desenvolver as suas competências sociais, a linguagem, a motricidade fina ...

As crianças desta fase vão gostar de brincar de corridas, esconde-esconde, jogos de RPG ... Mas também vão adorar explorar toda a sua criatividade através do artesanato e da leitura de livros.

- O que brincar com crianças de 6 a 8 anos
Tendemos a achar que os jogos são para crianças pequenas, no entanto, as atividades lúdicas ainda são essenciais para as crianças dos 6 aos 8 anos, pois continuam a ser a melhor forma de aprendizagem. Nessa idade, além disso, podemos aproveitar as atividades para reforçar os conhecimentos que os mais pequenos adquirem na escola.

As crianças dos 6 aos 8 anos gostam de brincar com puzzles, trava-línguas, charadas, jogos de RPG ... Mas também vão gostar de praticar vários desportos, ler (agora que podem ler sozinhas). .

- Jogos de 8 anos
Nesta fase, os jogos são uma forma de conviver com amigos e familiares, mas também de continuar a desenvolver competências. Jogos de tabuleiro, cartas ou cartas, jogos de estratégia, xadrez ... Todos esses são jogos tradicionais que as crianças dessas idades tendem a gostar muito.

As crianças precisam brincar, porque desta forma eles aprendem, se desenvolvem e se divertem. Muitos são os estudos que indicam que, desde os primeiros anos até a adolescência, o brincar é um motor essencial para que as crianças desenvolvam suas habilidades cognitivas, mas também físicas e sociais.

- Quando brincam, as crianças aprendem algumas das competências básicas de que irão necessitar durante a infância, mas também na idade adulta: linguagem, emoções, controlo do corpo, atenção ...

- O jogo permite e incentiva a interação, tanto com seus pares como com adultos. Portanto, é a forma ideal de desenvolver habilidades sociais, além de ajudar a construir um vínculo afetivo seguro e um ambiente agradável para crescer e aprender.

- Através da brincadeira, as crianças também liberar tensões e estresse do dia a dia. Permite-lhes um momento de relaxamento em que decidem o que querem fazer.

- Com o jogo, as crianças colocam em prática o que aprenderam e o que ainda precisam aprender. Por exemplo, e conforme indicado no relatório 'Aprendizagem através da brincadeira' da Unicef ​​e The Lego Foundation, as crianças aprendem a resolver os problemas que surgem, a negociar e concordar com os outros, a raciocinar de forma lógica , aprender com os erros, traçar um plano e colocá-lo em prática ...

Vamos fazer uma pergunta: quanto tempo seu filho brinca por dia? Infelizmente, para alguns pequenos, a resposta é nada! E é que muitas vezes, entre ir à escola (e voltar), atividades extracurriculares, dever de casa, jantar, ir ao banheiro ... De repente percebemos que é hora de ir para a cama e a gente não deu nem um momento de descanso (e brincadeira) para nossos filhos.

Todas as crianças precisam brincar todos os dias, porque como já vimos o jogo é muito benéfico para os mais pequenos. Além disso, é benéfico que esses jogos sejam às vezes na companhia de amigos ou familiares, mas também sozinhos.

Se perguntarmos quantas horas as crianças precisam para brincar, a resposta para todas as faixas etárias deve ser: 'Assim que possível'. Porém, é normal perceber que à medida que os filhos crescem (e com isso aumentam suas atividades e responsabilidades), eles passam a ter menos tempo para se dedicar ao lazer. Apesar disso, e como regra geral, recomenda-se:

- Do nascimento aos 6 anos, o brincar é a principal atividade da criança.

- Em crianças de 6 a 12 anos, o ideal é que aproveitem pelo menos uma hora de brincadeiras por dia, além da escola.

- A partir dos 12 anos, os adolescentes continuam precisando de tempo, pelo menos uma vez por semana, para desfrutá-lo além de suas responsabilidades.

[Leia +: Jogos para três crianças]

Você já deve ter notado: em nenhum momento falamos sobre jogos com console, telefones celulares, tablets e computadores. Embora não possamos considerá-los jogos tradicionais (já nem existiam há gerações), a verdade é que são cada vez mais importantes no lazer dos nossos filhos, devido ao tempo que passam neles (por vezes, diariamente).

Longe de demonizar e generalizar que o uso de videogames é prejudicial às crianças (porque nem sempre é assim e nem todos os videogames são ruins), devemos levar em consideração alguns limites de tempo de uso que os especialistas apontam. A American Academy of Pediatrics recomenda:

- Evite telefones celulares em crianças menores de 18 a 24 meses, além das videochamadas. Caso consumam conteúdo digital, sempre os acompanhe na visualização.

- Em crianças de 2 a 5 anos limite o uso a uma hora por dia, sempre de conteúdo de qualidade.

- Em crianças a partir de 5 anos, outras atividades que sejam mais saudáveis ​​e que incentivem a criança a ser ativa devem ser sempre priorizadas: uma hora de exercício físico por dia, entre 8 e 10 horas de sono, tempo para a família, hora de brincar, lição de casa ... Depois de concluídas todas essas atividades, pode-se deixar espaço para a mesa, o computador e o console de jogos.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Jogos tradicionais para meninos e meninas, na categoria Jogos no Site.

Vídeo: Totoykids Joga o Jogo Puxe o Dedo do Macaco!!! Meninos vs Meninas!!! Quem vai ganhar??? (Outubro 2020).