Valores

Benefícios dos alimentos verdes para crianças e mulheres grávidas

Benefícios dos alimentos verdes para crianças e mulheres grávidas


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Os fitonutrientes são substâncias amplamente distribuídas no mundo vegetal, onde, além de conferirem às frutas e vegetais aquela cor intensa, contribuem para seu sabor particular e promovem seu desenvolvimento. Por outro lado, assim como existem diferentes tipos de fitonutrientes, também existem diferentes benefícios para a saúde dependendo de cada um deles.

No caso da cor verde, seus principais benefícios estão relacionados aos pulmões, ao sistema circulatório e à visão, embora também exerçam um efeito benéfico sobre a função hepática e fortaleçam as defesas em geral. Este grupo inclui, por exemplo, vegetais como brócolis, repolho e couve de Bruxelas, alface, ervilha, acelga, espinafre, feijão verde e aspargos silvestres, e também frutas como uvas, maçãs, kiwi ou abacate.

Por falar em fitonutrientes específicos, o isotiocianato no brócolis e no repolho está associado ao crescimento celular favorável, o que é muito interessante durante a gravidez, pois inúmeras células estão se estabelecendo e se diferenciando para formar os tecidos do feto. Além disso, o brócolis também tem se destacado como protetor de ossos e dentes, como sempre, interessante em épocas de crescimento como a infância e a adolescência.

A luteína, antioxidante presente em muitos desses vegetais, merece menção especial. destacando brócolis, espinafre, alface ou kiwi. A luteína faz parte de um tecido ocular denominado mácula lútea. Esse tecido é de vital importância para a visão, pois uma de suas funções é fornecer informações ao cérebro sobre o que o olho vê. É também responsável pela visão central, o que nos permite realizar atividades que requerem desde um amplo campo de visão até uma visão fina e detalhada. O consumo de alimentos ricos em luteína previne, a longo prazo, a degeneração desse tecido, sendo muito interessante principalmente na fase escolar, favorecendo a concentração ocular em tarefas como a leitura.

A zeaxantina é outro carotenóide que faz parte da mácula lútea. Colabore com luteína à vista de proteção, protegendo contra os raios ultravioleta do sol e contra a catarata ocular. Pode ser encontrada em quantidades consideráveis ​​nos espargos e kiwi.

As isoflavonas, bem conhecidas por estarem presentes na soja e, em menor quantidade, em outras leguminosas, são poderosos antioxidantes e de grande interesse na fase da menopausa, pois, segundo estudos realizados, ajudam a tornar os sintomas mais suportáveis. No entanto, os benefícios dessas substâncias são vastos e numerosos. Por exemplo, favorecem a proteção dos ossos, melhorando a saúde óssea, tão importante tanto no crescimento ou na gravidez, e posteriormente, como preventivo da osteoporose. Também protegem contra doenças cardiovasculares, reduzindo o risco de arteriosclerose e exercendo, ao mesmo tempo, efeitos positivos na regulação do colesterol. Eles também parecem ter um efeito benéfico sobre os níveis de glicose no sangue, algo de especial interesse em diabéticos. Da mesma forma, as isoflavonas estão relacionadas a um aumento na proteção contra vários tipos de câncer, como câncer de mama e de útero, ou câncer de próstata.

É claro que encher o prato de cor não só o torna mais atraente, principalmente para os mais pequenos, que se sentem atraídos pelas cores vivas e variadas, mas também muito mais saudável graças aos benefícios extras que os fitonutrientes proporcionam.

Você pode ler mais artigos semelhantes a Benefícios dos alimentos verdes para crianças e mulheres grávidas, na categoria Dietas e cardápios infantis no local.


Vídeo: Nutricionista dá dicas de que alimentos consumir durante a gravidez (Fevereiro 2023).