Valores

Quando os pais defendem os maus comportamentos de seus filhos

Quando os pais defendem os maus comportamentos de seus filhos


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Quando nossos filhos começam a escola ou creche, eles têm que enfrentar sozinhos os problemas que podem surgir com amigos ou colegas. Até então, eles brincavam com outras crianças sob a supervisão dos pais, que estavam lá para ajudá-los em caso de conflito.

Pela minha própria experiência, em todas as escolas e em todas as classes há um menino ou uma menina que tem um comportamento mais agressivo do que os outros. Os pais costumam comentar em pequenos grupos o quão mal o menino ou a menina em questão se comporta, falam com os filhos para que não brinquem com eles, discutem o assunto com os professores e pedem mais vigilância e, quando o assunto foi feito insustentável, eles conversam com os pais da criança. Mas, O que acontece quando esses pais defendem os erros dos filhos?

Já assisti a vários desses casos e a atitude dos pais da criança agressora costumava ser a mesma: desculpar os erros dos filhos. Já ouvi uma frase como: 'ele reagiu assim porque não queriam brincar com ele', 'bateu neles porque riram', 'porque não deram a bola para ele' ... Tem sempre uma razão para o mau comportamento e nunca perdão para a criança atacada. E mesmo em alguns casos, ouvi indignado como os pais transformaram o agressor em vítima.

Eu acho que às vezes é assim algumas crianças se envolvem em comportamento de intimidação em relação a outras crianças, ninguém estabeleceu limites para eles e eles encontram o apoio dos pais, que minimizam as ações dos filhos por serem infantis, ou os encobrem.

O que podemos fazer nos casos em que não encontramos o apoio dos pais dos agressores?

- É importante reclamar com a escola e pedir extrema vigilância e comportamento da criança.

- Converse com nossos filhos e dê-lhes armas para que possam lutar contra o bullying. A violência não é a resposta, devemos ensiná-los a ter uma atitude firme e a responder verbalmente com firmeza e segurança para que possam desmontar o assediador.

- Se a escola não atender às reclamações dos pais sobre o comportamento de uma criança, nem os pais da criança ajudarem a erradicar esse comportamento, pode ser hora de fazer uma reclamação formal ao departamento de estudos ou ao tribunal com um advogado.

E, para finalizar, algo que minha mãe fazia quando havia outras ocasiões e meu irmão era pequeno. Outro menino quatro anos mais velho que ele o estava intimidando e minha mãe foi direto para o menino e fez algumas 'ameaças' a ele. Isso nunca o incomodou novamente. Hoje em dia isso é muito politicamente incorreto, mas às vezes dá vontade, né?

Você pode ler mais artigos semelhantes a Quando os pais defendem os maus comportamentos de seus filhos, na categoria de Conduta no local.


Vídeo: COISAS ESTRANHAS QUE AS CRIANÇAS JÁ FALARAM PARA SEUS PAIS (Outubro 2022).